Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

sábado, 6 de outubro de 2012

O Batismo no Espírito Santo hoje

“Então dali buscarás ao SENHOR teu Deus, e o acharás, quando o buscares de todo o teu coração e de toda a tua alma” - Deuteronômio 4.29. 

Na vida cristã, algumas pessoas conquistam bênçãos espirituais mais que outras, é uma realidade. Ao observar, percebo que isso deve acontecer porque elas entendem perfeitamente o benefício da graça divina e aproximam-se mais de Deus e usam mais a fé. 

Por exemplo, lembro minha experiência com o batismo com Espírito Santo. Eu fui batizado antes de completar trinta dias da minha conversão a Cristo. Aconteceu na empresa que trabalhava, na hora da parada do cafezinho das 3 da tarde, ao me afastar dos colegas e orar a Jesus crendo que Ele já havia dado o batismo para mim. 

Conheço cristãos que já estão completando sessenta anos de frequência aos cultos pentecostais, mas ainda não foram batizados no Espírito. Por quê? Porque eu sou alguém que merece mais o favor de Deus... Não! 

Eu quis e me entreguei de corpo, alma e espírito a Cristo, acreditei na promessa dEle e desejei experimentá-la e experimentei! De maneira igual, ocorreu com todas as pessoas que têm a experiência do selo da promessa. 

Jesus prometeu: “E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder” - Lucas 24.49.

Jesus não enviará o revestimento de poder, já enviou! Então, o que significa buscar a Deus aos que já receberam a Jesus Cristo como Senhor e Salvador e ainda não evidenciam estarem batizados no Espírito? É fazer busca introspectiva e aceitar o cumprimento da promessa divina. É parar de pedir o presente que já recebeu. É aceitar o revestimento de poder divino , que já está em mãos. É desembrulhar o pacote do presente que já é dado por Jesus, embora esteja imperceptível. É usá-lo apesar da ausência das provas visuais, tateáveis, auditivas ou palatáveis.

Obtive a experiência da graça de Deus sobre mim. Todos os cristãos são agraciados. Aqueles que são conscientes de sua condição espiritual, olham para Jesus Cristo e caminham mais pertinho do Salvador. Mas, quem não adquiriu a conscientização olham para si mesmos e para o próximo, desprezam o fator graça e se metem em atitudes religiosas e carnais. 

Neste caso do batismo com Espírito Santo, não uso o termo carnal no pior sentido que ele tem. Por carnal, entenda-se iniciativas com base em raciocínio lógico, iniciativas estritamente humanas, iniciativas humanas desprovidas de fé (a fé que o mundo classifica como loucura).

O Senhor olha para as pessoas e deseja ver nelas o interesse de aproximação espiritual que elas têm. Quem quer buscar a Deus certamente o encontrará, porque Ele nunca despreza e nunca se esconde de ninguém. 

E.A.G.

10 comentários:

Joaquim José Tinoco de Oliveira disse...

Amado Irmão,

A resposta à sua pergunta é simples:

Porque alguém q frequenta a tantos anos uma Igreja ainda não foi batizado com o E. Santo?

R.: SIMPLESMENTE PORQUE AINDA NÃO TEVE UM VERDADEIRO ENCONTRO COM JESUS.


Isso me apavora, pois, as Igrejas estão cheias de pessoas nessas condições, e entendo que:

SOMENTE PODE SER SALVO, AQUELE QUE FOR BATIZADO COM O ESPÍRITO SANTO.

Ora, esse batismo, quem faz é o Senhor e o Senhor conhece os corações, e sabe perfeitamente quem tomou uma verdadeira decisão com Ele.

Tais pessoas, estão sempre colocando algo na frente da verdadeira decisão de Aceitar a Cristo como único e suficiente salvador.Pode ser um simples rancor, a mágoa,atitudes pessoais, o ego, etc. ressentimentos diversos dos quais não abre mão contrariando Lucas 14.33; Mt. 10.37-39;16.24, etc. ASSIM NÃO PODE ACONTECER O BATISMO DO ESPÍRITO SANTO.

Não existe meio crente. Ou é crente ou não é.

Marcos 16.16 nos ensina: "Quem crer E FOR BATIZADO SERÁ SALVO".

Esse batizado de Marcos 16.16 nada tem a ver com o Batismo nas águas.

Daí porque uma grande quantidade de pessoas ainda não foram batizadas com o E.Santo, pois acreditam ERRADAMENTE , que basta o batismo nas águas.

OXALÁ QUE TODOS ATENTASSEM BEM PARA ESSA REALIDADE. SOMENTE ASSIM TODOS IRIAM BUSCAR DE FATO AO SENHOR nos moldes do Escrito Sagrado(Jer. 29.13).

um forte abraço

Eliseu Antonio Gomes disse...

Caro Joaquim.

Você tem razão, ao lembrar sobre os ressentimentos, rancor, raiva, etc. Gente que nutre coisas assim ainda não tiveram um real encontro com Jesus Cristo.

Ao ver cristãos na carne, comportando-se como se estivessem batizados no Espírito, lembro-me dos crentes de Corinto. Eles recebiam o batismo no Espírito, mas precisavam aprender praticar o amor a Deus e ao próximo.

Nos dias atuais, não é incomum encontrar no meio pentecostal pessoas carnais que demonstram estarem batizadas com o Espírito Santo. Elas falam em línguas dos anjos, são usadas em dons espirituais.

É difícil explicar, não pretendo fazer isso, apenas dizer o que penso:

• elas se consagraram a Deus no passado, quando receberam o batismo, após batizadas deixaram a consagração;

• são usadas em dons espirituais porque o Senhor quer abençoar a Igreja. Expemplo: dons de curar, Deus quer libertar a pessoa que está sofrendo doente;

• pensam estar batizadas, comportam-se como se estivessem.

Abraço, na paz de Cristo.

Pra. Kelly Cristina Cardoso disse...

Amados irmãos

Concordo que hoje vemos muitos crentes carnais, mas também penso que na igreja há muitas pessoas tímidas, com medo de falar em linguas pensando ser algo que ouviram de outras pessoas e temem estar copiando as linguas e não ser do Espírito Santo. Isso ocorreu comigo. No inínio de minha conversão eu retinha as línguas (por falta de maturidade espiritual) porque tinha medo de estar reproduzindo o que ouvia de outros. Com o tempo, com a maturidade, esse medo sumiu e eu pude desfrutar da benção do batismo com o Espírito Santo.

Também não podemos esquecer que os dons são divididos em permanentes (evangelistas/pastores/doutores, etc. Ef 4: 11-13) e temporários (Fé/dons de curar/ milagres/ variedades de línguas, etc. 1 Co 12: 8-11). Se variedade de línguas é um dom temporário, então pode ser que a pessoa fale uma única vez e nunca mais. Desta forma, não podemos dizer que todos os que não falam em línguas são carnais. Concordo que há os carnais, mas não podemos generalizar.

Também não concordo com o irmão Joaquim quando diz que somente os que são batizados com o Espírito Santo serão salvos. Ora, Jesus disse para o ladrão: "hoje mesmo estarás comigo no paraíso" (Lc 23: 43) e ele não era batizado com o Espírito Santo. Atos 16: 31 diz: "crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e a tua casa". Baseado nesses e em outros textos não vemos a condição do batismo com o Espírito Santo para a salvação. É lógico que devemos buscá-lo pois ele é uma consequencia de nossa vida diária com Deus e Paulo nos ensina: "Portanto, procurai com zelo os melhores dons; e eu vos mostrarei um caminho mais excelente".
1 Coríntios 12:31

Joaquim José Tinoco de Oliveira disse...

Amada irmã, Pra. Kelly,

Acho interessante sua colocação quando se refere aos crentes tímidos, e q por conta disso, não podem falar em línguas. Isso me parece coerente.

Por outro lado, há q se considerar sim a questão dos dons temporais, mas também, não acho q falar em línguas seja uma evidência do Batismo do Espírito Santo, ou seja: Uma pessoa pode ser batizada com o E.S.e não falar em língua, E ATÉ FALAR EM LÍNGUAS E NÃO SER BATIZADA COM O E. S.

ISSO ME LEVA A CONSIDERAR:

1 - JÁ OUVI DE CATÓLICOS REZANDO UM TERÇO E FAZENDO PRECES PARA MARIA E FALAREM EM LÍNGUAS.

2 - JÁ VI IRMÃOS OU "IRMÃOS", FALAREM EM LÍNGUA NUM CULTO E NO DIA SEGUINTE ESTAREM PARTICIPANDO DOS PIORES ATOS MUNDANOS.

Quero demonstrar assim, q o "FALAR EM LÍNGUAS" Não é uma evidência do batismo com o E.Santo.

Quanto a afirmação que fiz , dizendo que O BATISMO DO ESPÍRITO SANTO É UMA CONDIÇÃO PARA A SALVAÇÃO, ME PERMITA INSISTIR COM ESSA AFIRMAÇÃO, pois ela está baseada em Marcos 16.16.

Entendo que a informação sagrada no texto citado, não deixa dúvidas e se refere única e exclusivamente ao batismo com o Espírito Santo.NÃO PODE EM HIPÓTESE ALGUMA SE REFERIR AO BATISMO NAS ÁGUAS.

Parece que a irmã se equivoca, ao citar o exemplo do Ladrão na cruz.

PODEMOS AFIRMAR COM ABSOLUTA SEGURANÇA QUE NAQUELE MOMENTO, NÃO HOUVE O BATISMO NAS ÁGUAS, MAS NÃO PODEMOS AFIRMAR QUE NÃO HOUVE O BATISMO COM O ESP. SANTO.

O Senhor ensinou: É PELO FRUTO Q SE CONHECE A ÁRVORE.Mt. 7.16-18.

Logo, um irmão ou "irmão", q num momento está cultuando a Deus com belos atos de adoração e louvor e no outro está cultuando a Satanás, vivendo uma vida de interesses materiais e voltado para o mundo... O TAL NOS DEIXA DÚVIDAS QUANTO A SUA REAL CONDIÇÃO ESPIRITUAL.

Bem esse assunto é longo.. em breve pretendo postar um artigo sobre a questão do Batismo com o Es. Santo.

Deus abençoe seu ministério.














Joaquim José Tinoco de Oliveira disse...

Em Tempo:

Por outro lado irmã, não pode haver nenhum conflito entre Mr. 16.16 e Atos 16.31.

grato

Joaquim José Tinoco de Oliveira disse...

Prezado Irmão Eliseu,

vc disse: É difícil explicar...

Concordo com o irmão, no entanto a leitura de Mateus 7, nos mostra que existem pessoas que fazem proezas dentro das Igrejas (curas, maravilhas,profecias, etc.) E PODEM NÃO SER PESSOAS SALVAS.

Na mesma leitura iremos ver que o que de fato importa é fazer a vontade de Deus, ISSO SIM,EIS A CONDIÇÃO QUE NOS LEVA AO CÉU.

Creio q a errônea interpretação de Marcos 16.16, constitui um dos "carros chefes" q conduz as pessoas a não se importarem tanto com a santificação, Ou seja:

As pessoas são ensinadas que o batismo nas águas é a condição necessária para se obter a salvação, aí, se batizam e pronto: acham q já estão salvas.Não se consagram, não buscam uma comunhão com o Senhor, erram constantemente e não ligam, pois já se consideram salvas.

No entanto o Senhor conhece os corações e somente a quem tomar uma decisão verdadeira será concedido o Batismo com o Esp.Santo.

O Caso do Ladrão na Cruz é um exemplo claro de que o Batismo nas águas NÃO É CONDIÇÃO PARA A SALVAÇÃO, no entanto, deve também ser procurado por todo aquele que tomou uma decisão de seguir a Cristo.

um forte abraço







Eliseu Antonio Gomes disse...

Pra. Kelly Cristina Cardoso

Eu concordo com seu modo de interpretar as Escrituras Sagradas, nesta questão do batismo com o Espírito Santo.

Em minhas leituras, cheguei a conclusão que uma alma convertida pode chegar a dois níveis de relacionamento com o Espírito Santo.

1 - O primeiro nível é tê-lo em seu viver, quando recebe a Jesus Cristo. Estes andam de acordo com a Palavra de Deus, em obediência, reverentemente. É perceptível na vida dessas pessoas o frutos do Espírito em suas nove características. As Escrituras declaram que quem dá fruto é salvo (Gálatas 5.16-23).

2 – O segundo nível, é o batismo com o Espírito Santo. Em nenhum trecho das Escrituras Sagradas é declarado que é preciso ser batizado com o Espírito para ser salvo. É dito que é preciso apresentar os frutos do Espírito.

Abaixo, respondo ao João Tinoco, concluindo meu raciocínio.

Deus abençoe você.

E.A.G.

Eliseu Antonio Gomes disse...

Caro João Tinoco.

Não me expressei bem ao digitar que “é difícil explicar”. Escrevi isso pensando na profundidade deste tema e no tempo que ele demanda para concluir o raciocínio. Mas, é possível explicar sobre salvação e batismo no Espírito.

Conheço pessoas, que respeito muito, ensinando igual a você. Elas dizem que as pessoas não batizadas no Espírito não são salvas. Lamento muito por elas pensarem assim! Meu lamento existe porque o contexto bíblico tem a resposta de maneira bem clara, basta lê-lo sem a ideia preconcebida para mudar o pensamento.

Em Marcos 16.16 está registrado a fala de Jesus Cristo “e estes sinais seguirão aos que crerem”. Crerem na pregação do Evangelho, que anuncia a Jesus como único Salvador a quem é preciso reverenciar como Senhor. O Evangelho recomenda crer e obedecer a Jesus como Senhor (Conferência: Atos 4.10-12; 1 Timóteo 3.16; Efésios 5.1-17).

É fato que no texto de Marcos 16.16 há uma relação dos sinais com o ato de crer. Mas os sinais não apontam para a salvação dos portadores dos dons de poder. O contexto bíblico esclarece isso.

Contextualizando:

1- Os demônios creem em Deus, mas não o obedecem (Tiago 2.14-23);
2- Muitas pessoas apresentam os sinais de dons de poder, pelo fato de crerem em Deus e não por estarem dispostas a obedecê-lo (Mateus 7.21-23).
3- Com e sem o batismo no Espírito Santo, muitas almas irão sofrer no inferno, sofrerão assim como os demônios, porque são servos do pecado e não servos de Cristo, são imitadores do diabo, não atendem ao mandamento do amor, não imitadores de Deus (Efésios 5.1; 2 Pedro 2.19-22).


Não é preciso esclarecer que os dons de poder estão na vida de pessoas batizadas no Espírito Santo, e mesmo assim algumas serão condenadas pelo juízo de Cristo no Dia do Julgamento Final.

Para ser salvo é necessário apresentar o fruto do Espírito, que em outras palavras significa reconhecer na prática o senhorio de Cristo; significa fazer a obra de Deus, ter fé viva e não a fé morta, ou seja, significa ultrapassar a barreira do discurso religioso e partir para a prática obedecendo o mandamento do amor a Deus e ao próximo (Tiago 2.14-23).

Abraço.

Joaquim José Tinoco de Oliveira disse...


Prezado Eliseu,

Concordei c/ vc sobre a dificuldade de explicar sobre os crentes carnais.Isso de fato não é fácil.

Ora, por mais carnal q pareca uma pessoa q viva dentro da igreja anos a fio, JAMAIS PODEMOS AFIRMAR Q A TAL NÃO É UMA VERDADEIRA CRENTE, mas também, "NÃO PODEMOS POR A MÃO NO FOGO POR ELA".

Uma coisa é se fazer um prognóstico genérico outra absolutamente distinta é afirmar que uma pessoa q viva com um "pé" na igreja, e outro "pé" no mundo,NÃO SEJA UMA CRENTE.

Posso dizer biblicamente, por exemplo, q 60% das pessoas q frequentam as igrejas não são verdadeiramente convertidas, MAS NÃO POSSO IDENTIFICAR ESSAS PESSOAS.

ENTÃO, NÃO É FÁCIL MESMO.

QUANTO a divergência apontada, quero dizer q respeito sua opinião como respeito de forma intransigente, a todos q não tenham o mesmo entendimento q eu.

Cabe-me reafirmar, no entanto, q meu entendimento, nesse caso, decorre da simples leitura do texto sagrado como está em Mr 16.16, o qual nos proporciona uma conclusão TERMINATIVA, não carecendo aí de outros textos para explicá-lo.

DIZ O TEXTO SAGRADO:

"Quem crer e for batizado será salvo..." Marcos 16:16.

Note que a informação é categórica, terminativa,e sequencial, ao exigir duas condições E NÃO APENAS UMA, OU SEJA:

PARA SER SALVA A PESSOA PRECISA:

1º. CRER e,

2º. SER BATIZADA(nesse caso com o Espírito Santo).

É possível alguém CRER e até não ser batizada, MAS, É IMPOSSÍVEL ALGUÉM SER BATIZADA SEM CRER.

Crer somente sem ser batizada também não resolve para a Salvação.

ASSIM:

O primeiro passo é crer.

O segundo passo é ser batizada com o E.S. , no entanto, essa parte na conversão do Pecador, cabe ao Senhor (Mr. 1.8) e ele somente o fará se a pessoa tomou uma decisão verdadeira de segui-lo.

Ou seja, O pecador precisa renunciar a tudo: seu eu, seus hábitos impuros, seus vícios, etc, e afirmar para o SENHOR:

DORAVANTE EU QUERO SEGUIR A CRISTO; EU QUERO FAZER A VONTADE DE DEUS; EU QUERO Q CRISTO VIVA EM MIM, EU QUERO PARECER COM CRISTO, EU QUERO SEGUIR AS PEGADAS DO SENHOR, EU QUERO AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS; EU QUERO AMAR AO PRÓXIMO COMO A MIM MESMO,ETC.

ORA, uma vez tomada essa importante decisão, INEVITAVELMENTE OCORRERÁ O BATISMO DO ESPÍRITO SANTO.

Isso não significa dizer q a pessoa não vá errar mais, no entanto ela será sempre ensinada a não pecar, e se pecar, precisa confessar o erro e procurar não voltar a praticá-lo.

A DECISÃO PRECEDE A PRÁTICA.

SE A DECISÃO FOR VERDADEIRA O CONVERTIDO SERÁ BATIZADO E IRÁ PRATICAR A PALAVRA DO SENHOR, CASO CONTRÁRIO, OS FRUTOS DESSA ÁRVORE SINALIZARÃO PARA UMA FALSA DECISÃO E ASSIM NÃO OCORRERÁ O BATISMO DO ES. SANTO.

Note, irmão Eliseu, q num comentário anterior, eu afirmei como condição para a salvação “O FAZER A VONTADE DE DEUS” como está em Mt.7.21, e fazer a vontade de Deus é o resumo de tudo q acabo de citar acima.

Logo, em momento algum dos meus comentários eu afirmei q BASTA CRER PARA SER SALVO, e além disso, entendo entendo perfeitamente que a fé e as obras precisam andar juntas, na forma de Thiago 2.14-23.

Por fim, quero lembrar mais uma vez que quem promove o Batismo do E.Santo, é o Senhor Jesus, O QUE NOS LEVA A ENTENDER QUE É IMPOSSÍVEL, Q ALGUÉM SEJA BATIZADO, SE ESSE ALGUÉM NÃO TOMOU UMA DECISÃO VERDADEIRA DE SEGUIR A CRISTO, e aqui temos uma significativa divergência.

Deus o abençoe.









Lucas Filho disse...

Olá amados,

Acho que a salvação não é dada apenas aos que falam em línguas. Pois quem fala em línguas edifica-se a si mesmo.

Já quem tem o dom de profecias, este edifica a igreja. Levando em consideração que isto é mais importante que o primeiro, então quem tivesse o dom de profecia seria salvo.

Entretanto devemos lembrar que:

"Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine." 1 Coríntios 13.1

Então podemos ter até todos os dons, mas si não amarmos os nosso irmãos nenhum dom nos seria útil. Pois qual é o maior de todos os mandamentos? É o amor.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.