Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

quinta-feira, 28 de junho de 2012

A igreja evangélica entre pobres e ricos - a assistência social necessária


Eu não sou contra fazer obra assistencial e acredito que não é a missão da igreja acabar com a fome no mundo. Observando as Escrituras Sagradas, noto que o dever da Igreja é primeiramente falar do plano da salvação em Cristo aos perdidos, depois cuidar fisicamente dos necessitados que fazem parte dela. 

A Bíblia Sagrada é clara, temos Jesus como nosso exemplo.

1 - Jesus alimentou multidões. Quais? As que o perseguiam e queriam matá-lo? Não. Após três dias ensinando 4 mil pessoas interessadas em sua mensagem, Jesus supriu a fome delas antes de despedir-se. Apenas quem segundo suas ordens assentou-se pacificamente diante dEle comeu o sanduíche de pão com peixe (Marcos 8.1-9).

2 - Mateus 25.33. Neste texto, Jesus se coloca no lugar de pessoas famintas, sedentas, pessoas desconhecidas pisando a terra estrangeira, sem roupas para vestir, prisioneiras. E mostra o procedimento de quem as atende em suas necessidades e de quem se mostra indiferentes. O primeiro grupo demonstrar amor, são chamadas de ovelhas e convidadas a morar no céu. O segundo grupo demonstra indiferença, é classificado como bodes e mandado ao inferno. Mas, quem são as pessoas do terceiro grupo, que Jesus se coloca no lugar deles? Jesus se representaria como os africanos famintos, que apesar da fome são contumazes assassinos de cristãos? Recentemente muçulmanos mataram uma família brasileira, missionários saídos da Assembleia de Deus, ministério Belenzinho, Lapa - SP.

3- Jesus mandou os apóstolos irem por todo o mundo a pregar o Evangelho para todas as criaturas, batizar e salvar todas as pessoas que cressem, ensinar nações a praticar a Palavra de Deus (Mateus 28.19; Marcos 16.15-16).

O que entendemos disso? Primeiro é necessário alimentar a alma, para que as pessoas entrem no céu. De nada adianta alimentar o corpo, porque um dia esse corpo morre e a alma desnutrida espiritualmente vai para o inferno.

O apóstolo Tiago abordou o assistencialismo cristão. "Todavia, se cumprirdes, conforme a Escritura, a lei real: Amarás a teu próximo como a ti mesmo, bem fazeis" - Tiago 2.8.

Tiago fez menção de crentes pobres e ricos, condenou o ato de fazer acepção de pessoas. Existe quem faça acepção de pobres, desprezando-os. Mas também há quem faça acepção de ricos, considerando-os carnais, avarentos e egoístas apenas porque são privilegiados com bens materiais. 

É preconceito considerar uma pessoa gananciosa, avarenta e egoísta apenas porque ela possui carro importado e mansão, ser dona de fortuna e desfrutar da morada em casa grande e locomoção em carro estrangeiro, essas situações não são sinais de caráter mesquinho.

"A religião pura e imaculada para com Deus, o Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo" - Tiago 1.27.

Note os adjetivos "orfãos" e "viúvas" e o substantivo "visita" em Tiago 1.27. Esses termos remetem ao relacionamento de proximidade calorosa entre quem tem o que dar e aquele que precisa receber. Só visitamos quem se predispõe a abrir portas. É a relação amistosa de anfitrião e visitante, de amizade. No caso, os membros da Igreja, pois na época em que o texto foi escrito as reuniões de culto eram realizadas em casas, os templos cristãos não existiam.

"Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé, e não tiver as obras? Porventura a fé pode salvá-lo? E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento quotidiano, e algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos, e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí?" - Tiago 2.14-16.

Outra vez chamo a atenção aos vocábulos. O apóstolo aponta para necessitados chamando-os de irmãos e irmãs. Óbvio, ele se referia aos membros da Igreja, ele não falava de pessoas que estão no mundo de pecado, desinteressadas no Evangelho.

Escrevi (aqui) ontem e repito hoje: A missão da igreja não é pegar o dinheiro de crentes e com ele alimentar os descrentes do mundo. Por que não? Dê dinheiro ao viciado em crack, maconha ou cocaína, e ele usará o valor que recebeu para alimentar o vício. Dê alimentos e roupas aos que vivem em casamento adúltero e estará incentivando a continuação do adultério do casal. Paulo escreveu para Timóteo dizendo que a assistência social deveria ser realizada para favorecer os membros fiéis da igreja (1 Timóteo 5.3, 9, 10,14-16).

E.A.G.

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.