Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

domingo, 29 de janeiro de 2012

RR Soares: Barganhas, preços e dívidas

Carnalidade ao vivo: Pastor  dá  coices  feito
cavalo doido em obreiros  voluntários usando
rede nacional e internacional de televisão.
"Temos que falar a verdade. Ninguém é salvo, curado, abençoado porque é patrocinador." - RR Soares; 9h35; RIT TV via sistema NET TV.

Concordo plenamente. Ninguém compra as bênçãos do Senhor. Tudo que Deus dá é de graça.

O apresentador de programas religiosos protestantes, no ar ininterruptamente desde 1977, o mais antigo do Brasil, começou na extinta Tupi, dirigiu-se para uma telespectadora. Ela contou um milagre recebido e que ajudava financeiramente o programa Show da Fé. O depoimento da mulher fazia parte do quadro Novela da Vida Real.
.
Em seguida, Soares fez uma brevíssima pregação. Resumidamente: "Não seja infiel, não seja idiota, isso (barganhar) é o que Satanás colocou na sua cabeça. Corramos com paciência a carreira que nos está proposta, deixemos todo o embaraço e o pecado que tão de perto nos rodeia, vamos correr a carreira que nos está preparada, sem fazer barganhas com Deus." Citações feitas: Hebreus 12.1 e Tiago 1.1-4.

Depois o fundador da IIGD cometeu a indelicadeza de repreender um obreiro diante de todos os presentes em plena transmissão nacional e internacional (Não existe amor e reunião de obreiros? Que feio para você, Missionário!).

O que o obreiro fazia? Distribuía os panfletos para assinatura da televisão de propriedade de Soares, fazia o favor a ele de fazer às vezes de vendedor de assinatura de A Nossa Televisão Brasileira.

Na sequência, Soares passou a falar o script das vantagens de assinar o sistema de televisão, A Nossa TV Brasileira, que ele alega ser o sistema de transmissão por satélite mais barato do Brasil. Acredito que seja.

Mas, você, leitor deste blog, que é morador da cidade de São Paulo e precisa comprar uma Bíblia Sagrada, e economizar na compra, saiba que as livrarias de RR Soares oferecem os preços mais caros. Se você quiser comprar um modelo da Sociedade Bíblica do Brasil, lá, poderá encontrar uma oferecida por R$ 50,00. Mas se se dirigir para a Rua Conde de Sarzedas, o mesmo modelo estará ao custo de R$ 35,00, ou menos.

Por que escrevi isso? Fiquei irritado com o desrespeito dispensado ao obreiro voluntário. Quer exigir mais dele? Pague-lhe R$ 20.000,00 ou 30.000,00 de salário. É muito? Então, abaixe os seus lucros também, porque esse obreiro repreendido por você tem o mesmo valor que você diante de Deus. 

Considerações ao Missionário:

1 - Pare de usar obreiros da IIGD, eles se propõe a trabalhar para Jesus, não como vendedores de assinatura da sua televisão. Remunere-os para fazer isso.

2 - Pare de usar obreiros da IIGD, eles se propõe a trabalhar para Cristo. Não os use na RIT e outros canais, sem remunerá-los. Não são seus escravos. 

3 - Ao menos, caso haja quem dispense receber salário, aceite trabalhar gratuitamente para você na sua televisão, pague os custos de passagens e alimentação a eles, pois se ocupam em tarefas que mantém seus negócios funcionando.

4 - Nunca use a Bíblia para defender interesses pessoais.

5 - Leia: "Ora, ao que trabalha não se lhe conta a recompensa como dádiva, mas sim como dívida" - Romanos 4.4.

6 - Medite: "A ninguém devais coisa alguma, senão o amor recíproco; pois quem ama ao próximo tem cumprido a lei." -  Romanos 13.8.

O porteiro, que ninguém sabe o nome, faz trabalho voluntário, e quem  sobe ao púlpito, merecem ser tratados com dignidade e gratidão.

Textos bíblicos da tradução Almeida Revisada, Imprensa Bíblica.

E.A.G.

2 comentários:

ROBSON SILVA disse...

Paz, meu amigo!

Cá estou eu, movido pela vossa determinação... Já explico...

Fui compelido a comentar mais este post antes de prosseguirmos com o outro...

É que me parece que você usa dois pesos e duas medidas quando diz que "não defende nem ataca SM", mas vem a público repreender DURA e CORRETAMENTE o telemissionário RRS.

Não seria tempo de fazer o mesmo com aquele outro sobre seu posicionamento em relação aos que ofertam e dizimam (repartem de boa mente - 1Tm 6.18)sem esperar nada em troca...

"_Tem uns com cara de super santos que dizem: ‘pastor eu dou oferta pelo simples fato de dar’. Sim, TROUXA! Ok TROUXA! Eu respeito você TROUXA!" (SM).

Peço licença para parafrasear o teu texto:

O porteiro, que ninguém sabe o nome, e que oferta e dizima com voluntariedade, merece ser tratado com dignidade e gratidão tanto quanto quem sobe ao púlpito.

É triste vê-los ser chamados de TROUXA!

No demais, amigo, assino embaixo o post.

Eliseu Antonio Gomes disse...

Paz, Robson.

Amigo, não tenho preferências por ninguém.

Sobre “parecer”, a minha vida é guiada segundo a lição de Cristo. "Não julgueis pela aparência, mas sim pela reta justiça" - João 7.24.

Costumo ir contra situações e não contra pessoas, se alguém vai de encontro com as Escrituras apenas faço uma explanação dela, contra a ação, porque Deus ama todos os pecadores. É sempre bom lembrar: nós estamos incluídos entre os que pecam.

Sou trabalhador braçal. Tenho nas mãos o martelo que esmiúça penhas (Jeremias 23.29).

Não tenho nada pessoal contra essa gente que lidera igrejas, nem contrário e nem favorável.

O que eu narrei sobre RR Soares não foi uma impressão, é constatação. Eu vi, ao vivo, em cores e em bom som.

Na situação deste post, temos o quadro de um bullyng, ou assédio moral, na IIGD. A autoridade máxima da denominação, empunhando microfone e câmeras, ao vivo, passa pito em um garoto, que talvez tenha uns 17 anos de idade, e estava ali auxiliando como obreiro. O manifesto é em favor do adolescente.

Repare a diferença de ambientes, situações e pessoas. Não há hierarquia nessa briguinha Malafaia versus blogueiros e donos de sites.

Sou imparcial. Procure uma postagem minha nominando algum blogueiro nessas escaramuças contra Malafaia. Eu assisto de lado.

Às vezes alguém vem me interpelar, e então dou as respostas (que por não ser contra julgam ser à favor).

Eu estou com ele no caso de defender as famílias. Barrar a aprovação do PL 122/2006, do aborto. Acho que você também e todos os evangélicos.

E saiba, ouvi dizer – mas não tenho como confirmar – que ele gosta da agitação de sites, revistas, da Blogosfera citando ele, mesmo que negativamente. Acredita que tudo isso o promove. Acho que promove, pois o ministério passou a crescer mais ao mesmo tempo que se multiplicaram o número de críticos.

Não me posiciono nessa coisa de ofertas, cada ofertante é dono de suas ações e de seu dinheiro e tem liberdade de religião para contribuir com quanto quiser no ministério cristão que desejar.

Se eu fosse à favor de Malafaia, estaria tentando convencer pessoas a contribuírem no ministério dele. Nunca fiz isso.

Não quero justificar, só lembrar. O termo “trouxa” foi usado como resposta apenas para alguns que criticaram Malafaia.

Nem todos usam Internet e veem o que é escrito contra ele em sites e blogs Postaram, e postaram criticando ele... Veio a resposta dura e com a projeção maior do que as críticas, por televisão e entrevistas para revistas.

Note que alguns blogs diminuíram muito as suas visitas e visibilidades, de 2007 para os dias atuais!

Jamais eu usaria o termo “trouxa” contra quem dê ofertas sem esperar a bênção de Deus, mesmo CONSTATANDO que existe incontável número de promessas nas Escrituras Sagradas aos que contribuem.

Ratificando: Não ajo contra pessoas, mas contra o pecado. A luta do crente é contra o sangue e a carne, apenas de ordem espiritual, contra as hostes da maldade nos lugares celestiais.

Não vale a pena xingar o semelhante.

Abraço.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.