Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Bombas de José Luiz Datena no programa Roda Vida

Estúdios da Band: reprodução
O programa Roda Viva é levado ao ar pela Rede Cultura às segundas-feiras, às 21 horas, com direito à reprise por volta da meia-noite na TV Brasil. Ele voltou ao formato antigo, não tem mais a presença de Marília Gabriela, está sob o comando de novo apresentador, Mario Sergio Conti. 

E neste retorno às origens, sabatinou o jornalista e apresentador José Luiz Datena.

Datena foi descrito como uma pessoa da pesada, amado e odiado por muitos, o ganhador de dois prêmios Wladimir Herzog, e refém do estilo de programa policial que criou. 

Na bancada das perguntas, estiveram: Alberto Diniz (editor do Observatório da Imprensa), Esther Hamburguer (socióloga), Maurício Stycer (colunista da UOL), Adriana Negreiros (revista Playboy). E por vídeo o jornalista Maurício Malin.

Segue a minha síntese de telespectador:

Autodefinição

Sou crítico social. Uma pessoa que é extamente o que se vê na televisão (indignado com a violência e falta de distribuição de renda de maneira igualitária). Não faço personagem, fazia interpretação quando aparecia engraçadinho. Meu mestre é Jesus Cristo. Na vida, diz inspirar-se em Jesus, Alberto Diniz e Lula.

Gosta de escrever, escreve coloquialmente, mas não considera que saiba. É fã de quem escreve bem. 

Roda Viva: audiência do programa

O Roda Viva chegou ao terceiro lugar do IBOPE e alcançou o segundo lugar na lista trends topic do Twitter, durante a exibição do programa.

A ironia deste episódio é: no mesmo horário a Band transmitia o CQC, programa que é comentado na entrevista, e esteve pontuando melhor. Veja nas linhas abaixo.

Jornalismo policial

Disse acreditar que o jornalismo policial salvou a minha vida. "Por ser transmissão diária, parei de beber todos os dias."

As repetições de matérias no Brasil Urgente, programa que vai ao ar de segunda à sexta-feira na Band, acontecem porque em duas horas e meia, ao vivo, nem sempre é possível concluir as matérias gravadas.

Opinião sobre o IBOPE

Datena lembrou que as pesquisas do IBOPE não são formuladas com aferições em lugares perigosos. E também não são aferidos lugares como bares e nem as transmissões por celulares. Chegou a dizer pessoalmente a Carlos Augusto Montenegro, dono do instituto, que as pesquisas não eram honestas. Mas hoje alega acreditar o contrário.

Rafinha Bastos e Jô Soares

Datena considera injustiça o afastamento do humorista da mídia e um equívoco um diretor da Band ter se pronunciado dizendo “caras como esse não devem falar na televisão.” E lembrou que Danilo Gentili, igualmente integrante do CQC, fez duas piadas grosseiras e piores do que Rafinha Bastos e continua no ar sendo tratado como estrela.

Em outro assunto e momento do programa, citando o Jô, disse que ele é um metido (pedante?), não é alguém bem-humorado longe das câmeras.

Saída da Record

Datena diz não ter nada contra Edir Macedo. Se houvesse contato direto com ele quando esteve por 40 dias na Record em meados de julho, acredita que os problemas não teriam acontecido.

Na ocasião, sentiu-se cerceado em seu direito de livre expressão. Enquanto Gugu Liberato, Ana Hickman estavam nas capas de revistas, ele recebeu ordens da alta cúpula da emissora para não dar entrevistas durante seis meses.

Tropa de Elite 2

Disse não ter assistido. Mas revela que não acredita que um dos personagens, que é apresentador de um programa policial, envolvido com política, está inspirado na pessoa dele. Se estiver, concluiu, corrupto (sic) é a mãe de José Padilha, o cineasta idealizador do filme.

Maradona

Por duas vezes se desentendeu com o argentino. A primeira foi na linha do campo. A segunda, durante entrevista coletiva, quando fez uma pergunta em português e o jogador disse que não entendia o que ele falava.

A beleza da Dilma

Acho a Dilma Housseff um tipão, ela é o tipo de mulher que eu gosto. Se a Matilde, esposa, liberasse... (frase inacabada).

Antonio Palloci, ministro deposto por Dilma

Datena é de Ribeirão Preto, a mesma cidade de origem do ex-ministro. O apresentador foi filiado ao PT por ele, mas revelou não ter interesse em seguir carreira na área. Os entrevistadores fizeram menção da amizade entre ambos, e a relaçãonão foi negada pelo entrevistado.

Datena trabalhava na Rede Globo, Palloci o levou para palanques políticos em apoio ao Lula, o que teria motivado a saída daquela emissora. 

Tumultos no exterior

Na cobertura da Copa do Mundo, revelou que enquanto mantinha-se sóbrio e dormia durante a noite, para ter condições de fazer matérias de qualidade, os colegas em volta iam para baladas. Confirmou ter jogado, sem intenção de acertar, uma geladeira, modelo frigobar, em um cinegrafista. Motivo: ao se ferir com a lâmina de barbear do cinegrafista, largada em lugar indevido, pensou que ela estava contaminada com HIV e surtou.

Traficante Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, e a liberação das drogas

O Nem mandava partir pessoas no meio e expor as partes de corpos dizendo que haviam morrido assim por serem delatores. Ele é um verme, mas pior do que ele é o Estado, que se manteve ausente da sociedade.

Perguntado se a proibição das drogas é um subproduto da violência, disse acreditar que se as drogas forem liberadas com o índice de violência que existe atualmente, tudo pode piorar mais.

A maconha e a Reitoria da USP

Datena disse que a maioria opta pela presença da Polícia Militar na universidade, que os estudantes foram sacanas, inverteram os valores, tornaram o campus em um antro de banditismo. Houve mortes e estupros lá e a polícia precisa estar presente. Quem quiser fumar maconha que vá para outro lugar. 

Saúde

Houve uma vez que João Carlos Saad, dono da Band, o obrigou a cuidar-se. Enviou um motorista para conduzí-lo ao hospital.

Revelou que uma vez sua esposa encontrou determinado remédio em sua bolsa, quando respondeu que não era mais jovem... Lembrou que a diabetes, doença que o atinge, não ataca as pessoas apenas no pé, também causa disfunção sexual, elimina a ereção peniana.

Disse perante às câmeras : acho que a minha pressão agora é 14/8. Sinto enjoo, e a aplicação da minha insulina está atrasada. Se eu morrer aqui a culpa é de vocês (risos).

Conclusão

Ao final do penúltimo bloco, quando o áudio usado à saída para o intervalo era ouvido, pude ver em leitura labial Datena dizer que considerava que o programa estava bom.

A ordem cronológica dos fatos não estão alinhadas. Mas, prezei em me manter descrever exatamente sobre o que assisti, sendo que não houve apreensão do conteúdo total.


E.A.G.

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.