Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Uma reflexão sobre a harmonia existente entre a fé e a graça de Deus

Na questão dos vocábulos “graça” e “fé”, são poucos cristãos que têm a feliz oportunidade de explicar com a clareza necessária ao nosso pleno entendimento o que estes dois termos significam no plano da salvação. Eles parecem antagônicos, mas na realidade não são.
Jesus Cristo por mais de uma vez disse “a tua fé te salvou” (Marcos 5.34; 10.52; Lucas 7.50; 8.48; 17.19; 18.42). O apóstolo afirmou enfaticamente: “a fé sem obras é morta” (Tiago 2.17). Dentro dessa perspectiva, certa vez li um artigo que personificava a fé inoperante usando a figura de um cadáver. O escritor do artigo escreveu afirmando que a fé sem obras seria como um infeliz cristão a caminhar por todos os lugares preso a um pesado defunto, cheirando muito mal por estar em horrível estado de putrefação.
Ora, realmente a graça é um favor divino que não merecemos. E é um presente ofertado por Deus ao mundo perdido (João 3.16). Mas nem todos aceitam este presente maravilhoso, e continuam amarrados à fé morta, ao cadáver fedido e podre (João 3.17-18).
Partindo desse raciocínio da ilustração da fé personificada num corpo humano, eu concluo que a fé viva é semelhante a uma pessoa cheia de energia, forte, sempre em atividades acertadas. Eu penso que, ao contrário da fé sem obras, ao corpo morto, que é um peso a ser obrigatoriamente carregado pelo seu portador, a fé viva é quem carrega o crente.
O crente em Cristo não pratica boas obras para ser salvo, ele é praticante de boas obras, espontaneamente, porque é salvo. Ele recebeu a fé em seu coração e ela produtivamente o impulsiona às boas obras, o induz a ser praticante da Palavra, a ser cooperador de Deus, a praticar o amor ao próximo.
Em suma: A fé carrega o crente em Cristo nos braços! Esta situação representa a graça que Deus oferece a todos nós sem que a mereçamos! O crente pratica o bem porque se deixou ser favorecido por Deus, se deixou ser pego nos braços e embalado pelo amor de Deus!
E.A.G.

2 comentários:

Rita disse...

A Paz!
muito esclarecedor esse ponto de vista,essa explicação sobre fé e graça me bastou, as vezes é necessário ler e ouvir de muitas formas o mesmo assunto para que cale em nosso coração, obrigado essa palavra me fez bem mesmo.
Deus o abençoe.
Graça e Paz!!

Eliseu Antonio Gomes disse...

Rita.

Deus te abençoe.

A filosofia da comunidade é exatamente essa: trazer interpretação de textos bíblicos com fidelidade à Palavra de Deus. E por conseguinte abençoar vidas.

Volte mais vezes.

Abraço.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.