Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

sábado, 29 de maio de 2010

AS DEFINIÇÕES DE ESPERANÇA AOS CRENTE E DESCRENTES

Na maioria das vezes, a esperança é transitória e ilusória., mas ela é uma necessidade psicológica, o ser humano sente a necessidade de contemplar o futuro, assim sendo mesmo não exista uma base racional, homem continua mantendo a esperança.

A Bíblia algumas vezes usa a esperança no seu sentido convencional. O agricultor, por exemplo, deve arar com esperança (1ª Corintios 9.10), pois é a esperança da recompensa que alivia o trabalho. Porém, na maior parte da ocorrências da palavra, a esperança da qual a Bíblia se ocupa é algo muito diferente disso; e, em comparação com a esperança comum quase não pode ser comparada com esperança.

A maioria dos pensadores seculares do mundo antigo não considerava a esperança como uma virtude, mas meramente como uma ilusão temporária. Paulo apresentou uma descrição exata sobre os pagãos ao dizer que os mesmos não têm esperança (Efésios 2.12; conf. 1ª Tessalonicenses 4.13). A razão dessa falta de esperança reside no fato que eles não têm Deus.

Por causa da sua fé, o crente tem a certeza de que aquilo por que espera é real (Hebreus 11.1); e essa esperança jamais o deixa desapontado (Romanos 5.5). Para o crente a bênção de Deus nunca acaba. O melhor ainda está por vir. Sua esperança aumenta conforme ele medita nas atividades de Deus registradas nas Escrituras (Romanos 12.12; 15.4). Cristo habita no crente, é a esperança da glória futura (Colossenses 1.27). Sua salvação final depende de tal esperança (Romanos 8.24); e essa esperança de salvação é um “capacete”, uma parte de sua armadura defensiva na luta contra a maldade (1ª Tessalonicenses 5.8).

A esperança bíblica é companheira inseparável da fé em Deus. Em vista daquilo que Deus fez no passado, particularmente, na preparação para a vida de Cristo, e por causa daquilo que Deus tem feito e está fazendo por intermédio de Cristo. O crente ousa esperar bênçãos futuras, atualmente invisíveis (2ª Corintios 1.10). A esperança é tal qual uma “âncora da alma segura e firme”, que penetra profundamente no mundo invisível e eterno (Hebreus 6.19).


E.A.G.
_________

O conteúdo deste artigo é um resumo feito a partir do Novo Dicionário da Bíblia – volume 1, quarta edição (Edições Vida Nova).

Subisídio preparado com a finalidade de aproveitamente nas escolas dominicais, cujas aulas usem a revista Lições Bíblicas: Jeremias - Esperanças em Tempo de Crise; comentarista Claudionor de Andrade (CPAD). Artigo dirigido à lição Esperando Contra a Esperança.

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.