Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

domingo, 31 de janeiro de 2010

A BULIMIA E A OPINIÃO QUE REALMENTE IMPORTA SOBRE O PADRÃO DE BELEZA


O senso comum do que é belo no ocidente não segue as normas de beleza das pasarelas de Milão.
Nas passarelas da moda, costureiros de grifes de roupas famosas ditam o pseudo-padrão de beleza. Eles colocam garotas abaixo do peso saudável a desfilarem e assim criam padrões de comportamentos.
Jovens desavisadas são influenciadas por esta gente, mas não deveria ser assim. E entram no processo da bulimia e outras "doenças da vaidade".
Dizem que uma imagem vale mais do que mil palavras e que a primeira impressão é a que fica. Mas, penso que nem sempre quem nos critica está com a razão e faz suas críticas com as motivações certas. Há os invejosos, os ciumentos. Estes não merecem nossa atenção nunca. Tampar os ouvidos para ciumentos e invejosos não é ser individualista.
Viver a vida dando ou deixando de dar passos pensando se os outros irão nos considerar com boa aparência ou não é o mesmo que perder o compasso do nosso futuro. Agindo dessa forma perdemos o controle total de nossas vidas, passamos a ser controlados parcialmente pelos outros.
Acredito que devemos conduzir nossas vidas plenamente, de acordo com o sentimento de bem-estar que possímos. Primeiro, meditemos sobre o assunto priorizando a Palavra de Deus, depois, agrademos a nós mesmos, e em seguida analisemos a opinião do próximo.
Façamos uso do que o Senhor nos deu com modéstia.
E.A.G.

4 comentários:

Vânia Lima disse...

Não acho que vc esteja de todo errado e nem todo certo! Primeiro devemos nos preocupar com as coisas espirituais e nos revestir da armadira do Espírito Santo, mas nada impede que sejamos mulheres bem cuidadas, afinal somos o templo do Espírito Santo e temos que cuidar deesse templo tb fisicamente, pois isso mostra que valorizamos e somos gratos com tudo que Deus nos deu. Sou casada e acredito fazer parte da vida da mulher se cuidar tb pragradar o marido, não apenas com adornos externos, claro, mas isso tb faz parte, já que não é à toa que vemos tantos maridos e para nossa vergonha, evangélicos, traindo suas esposas, divorciando-se, prostituindo-se e muitas vezes devido a falta de atração fisíca pela mulher, ou até porque essa se dedicou somente ao ministério de Cristo e se esqueceu que por escolha própria resolveu casar, deixanbdo a desejar o mministério de mãe e mulher. Temos que ser prudentes, poiis tudo demias é veneno!!! PAZ e que Deus o use mais a cada dia!!!

Eliseu Antonio Gomes disse...

Vânia

Sua reflexão é muito boa.

O apóstolo Paulo escreveu, ensinando aos casados, que compete ao casal cuidar das coisas desse vida, em como agradar ao parceiro de matrimônio, assim como você refletiu.

Ao citar a bulimia como uma das "doenças da vaidade", não quis impingir ao termo vaidade a conotação negativa que grande parte dos cristãos evangélicos usam. Por vaidade, pensei no termo contido no idioma hebraico, usado no livro Eclesiastes. Lá, vaidade são todas as coisas passageiras, sejam erradas ou certas. Vaidade naquele livro é tudo, seja pecado ou não. Tudo é finito, tudo passará, em contrário da Palavra de Deus, que é eterna.

Sem perceber, apliquei para vaidade o mesmo sentido que o apóstolo disse, vaidade são "as coisas dessa vida". Elas acabarão, sendo corretas ou não.

Enquanto Cristo não volta, a esposa precisa agradar ao marido e vice-versa e assim preservar seu casamento, que é uma instituição criada por Deus.

Os "pecados da vaidade", referente a manutenção da beleza, occorrem por haver o exagero. São muitas pessoas que cultuam o próprio corpo, deixam de apenas conviver com o belo e passam a conviver e viver unicamente em função do corpo belo.

Cuidar-se é uma virtudade. Exagerar neste cuidado é um defeito.

Abraço.

Daladier Lima disse...

Prezado Eliseu,

Eu gosto de dar nome aos bois: a bulimia e a anorexia é uma burrice total! Você foi ao ponto. Parabéns!

Eliseu Antonio Gomes disse...

Dalardier

Entendo que as pessoas portadoras de bulimia e anorexia precisam buscar a ajuda dos profissionais da medicina.

A situação delas é caótica. Enquanto existem muitas pessoas mendigando pedaços de pão, os portadores de bulimia e a norexia morrem rejeitando comida.

Nos estágios mais graves, bulímicos e anoréxicos, na verdade, nem conseguem perceber que precisam de socorro. Os parentes e amigos são quem precisam tomar a iniciativa e encaminhá-los ao tratamento.

A coisa é séria!

Abraço.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.