Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

POST DE ELISEU ANTONIO GOMES NO BLOG DE CIRO ZIBORDI SOBRE PUBLICAÇÃO DA BÍBLIA DAKE PELA CPAD E O POSICIOMANENTO APOLOGÉTICO DO MESMO

Prezado Pr. Ciro,

Eu estou aqui por orientação do Pr. Carlos Roberto. Quis entrar em contato contigo lá, (AQUI) mas por orientação dele, e em respeito a ele, estou aqui. Por quê? Para que a condução daquele debate siga a linha proposta no enunciado, que é o artigo.

Meu enfoque, aqui em seu blog, segue a proposta que enunciou.

Em primeiro lugar, quero afirmar estas verdades: eu tenho a Bíblia Dake; não sou idólatra, não sou maledicente, não sou seu inimigo, não sou seu desafeto, não sou amargurado, não sou zombeteiro, não sou desequilibrado; não sou seu ofensor. Apenas discordo fraternalmente de você nos campos de algumas idéias.

Faço a descrição de quem sou eu antevendo sua reação costumeira. Observo suas reações contra seus opositores usando tais adjetivos contra eles. Esta prática o desqualifica, pois é notório entre os debatedores que tal estratégia é atitude de quem quer destruir quem se oponha, trocando o confronto à ideia pelo confronto ao oponente, objetivando que o oponente caia no descrédito e não seja inteiramente ouvido por todos naquilo que diz, na arena em que estão debatendo. Fazendo isso, talvez inconscientemente, você não precisa enfrentar direta e completamente o que é argumentado. E faz isso com zombarias, deboches, exposição de oponentes ao ridículo. Faz isso com maestria. E chama isso de “bom humor”, “humor irônico”. De atitudes cristãs apologéticas.

Eu não encontrei postagem de quem o tenha ofendido moralmente no fórum do Pr. Carlos Roberto. Não entendo seu queixume. Apenas observei que alguns comentaristas usaram o “bom humor” do Ciro contra o Ciro, “humor irônico” do Ciro contra o Ciro... Houveram críticas no campo das ideias, tão-somente. O Pr. Carlos Roberto pediu perdão ao sr. naquele fórum por se sentir ofendido, mas não precisava fazer isso, não. Ele não errou na condução do debate. Tratou a todos com igualdade, imparcialidade, apenas isso.

Lá no Point Rhema, considerei-o uma pessoa contradizente. Li seus argumentos quanto ao posicionamento da CPAD referente à obra de Dake. Concordo contigo em partes. Mas receio que a querida editora, e quem defenda essa publicação espúria, perde muito com esse percalço. Caso Jesus não venha antes, o futuro mostrará que este meu comentário procede. Hoje constatamos que a CPAD perdeu crédito perante seus grandes consumidores. Daqui vinte anos dirão: “CPAD, a editora que vende a doutrina de Dake?”. E haverá menosprezo bem maior dos irmãos pentecostais pelos produtos da editora.

Seu silêncio frente ao descaso da cúpula da CPAD quanto aos desprezos dela aos trâmites regimentais internos, nada dizendo contra o comportamento irracional, de se passar feito rolo compressor sobre o Conselho de Doutrina e da Comissão de Apologética, para publicar as “heresias dakeanas”, é o que motivou críticas contra sua pessoa no fórum do Pr. Carlos Roberto. E o fato de a CPAD ser a empresa que publica seus livros e artigos, o faz parecer corporativista perante a opinião pública.

Espero que publique este cometário e esclareça melhor seu posicionamento. A falta de esclarecimentos está fazendo que caia no descrédito, também, perante seus leitores.

Em Cristo.

E.A.G.

PS: Publicarei este conteúdo em meu blog, e se permitir, anexado com sua resposta.

__________
Obs:
Caro leitor, o texto acima foi enviado ao artigo Comunicado Sobre a Bíblia Dake.

Estou aguardando a resposta. Volte mais tarde, por favor.
__________

Esclarecimento: o hiperlink e o nome (Comentário Sobre a Bíblia Dake) estão corretos. No entanto, ao acessá-lo agora, você irá ao artigo cujo título é Feliz Ano Novo. A página é a mesma. Aconteceu o seguinte, o escritor Zibordi trocou o primeiro texto que escreveu, e o nome do texto, por uma pequena seleção de versículos bíblicos. A queixa que fez contra seus opositores no fórum do blog Point Rhema não existe mais. É um passo de progresso. Parabéns, pastor (sem nenhuma ironia nesta parabenização). Este passo foi surpreendente para mim, como deve ser aos 16 internautas que comentaram sobre o primeiro conteúdo, agora inexistente. Cogito que num futuro não muito distante o pastor deletará a página inteira, pois o que há ali atualmente não combina com os comentários.

Atualizado em 31 de dezembro de 2009 | 01h56

12 comentários:

titoberry@hotmail.com disse...

Amado. Creio firmemente que você também vai publicar a minha resposta ao teu comentário sobre o que escrevi na UBE sobre a Bíblia de Batalha Espiritual. E aceito continuar conversando sobre Prosperidade e Riquezas, mas espero tenha percebido que entre assembleianos (batizado eu na A.D. desde os dez anos, hoje com 57) só poderemos somar. Amém?

Daladier Lima disse...

Prezado Eliseu, você já divergiu de minhas colocações algumas vezes. Não vejo problema nisso, veria se você discordasse e não expusesse suas razões. Creio que somos seres livres e pensantes, por isso já divergi de você também. Não me espanto com atitudes semelhantes às relatadas em seu post, é a dificuldade de conviver com críticas de muitas lideranças evangélicas, especialmente, nas que conheço, em sua maioria, assembleianas.

Eu, também, não sou desafeto do Pr. citado, é o contrário. Da teoria á prática, quando ele e o Pr. Antonio Gilberto vieram à nossa Convenção para participar de uma Escola Bíblica de Obreiros há dois anos, tive o prazer de levá-lo em meu automóvel até o hotel aonde estavam hospedados, e no caminho fomos presenteados com uma agradável conversa. Um incidente ocorrido a partir de fakes e perfis falsos que postaram comentários negativos no blog dele, e do qual nunca procurou maiores informações da minha pessoa, o que seria correto fazer, fizeram com que ele adquirisse uma ojeriza de mim. Só vim saber tempos depois pelo Victor Leonardo, como se pode constatar, por exemplo, nos comentários do link http://daladier.blogspot.com/2007/11/por-quem-batem-os-sinos-do-natal.html .

Portanto, há algumas explicações para este comportamento que se aplicam de modo genérico aos blogs. Por exemplo, critérios que se usa para outros e não queremos que sejam aplicados a nós. Lembro que num debate no blog do Pr. Altair Germano, sobre o Ministério Feminino, o Pr. citado em seu post discordou de mim com termos como "alguém", "ninguém", "alguém que se acha exegeta", e outros do gênero, pelo simples fato que tinha uma posição diferente da minha. Depois, quando outros se manifestaram em apoio à minha colocação, pediu para que os comentários dele fossem apagados, pois estaria sendo desrespeitado (não sei o que o termo significa no contexto para ele, mas...). Eu até gravei os comentários antes de serem apagados, é um costume que preservo. Cumpre registrar que na ocasião debati com um dos diáconos da própria congregação que auxilio! E ele (o diácono) discorda de mim, qual o problema nisso?

Outro grave indício apresentado é a omissão de comentários contrários ou o achincalhe de "desafetos", o que ocorre, diga-se, com frequência em vários blogs de outros grandes expoentes da blogosfera. Até destaco um ou outro comentário, mas sempre de maneira respeitosa e cortês, e no intuito de dirimir dúvidas paralelas. A blogosfera vive da interação entre seus componentes. No instante em que há 6.000 blogs filiados à UBE certamente há divergências. Mas não podemos dar-lhes um tom pessoal. Ademais, e por incrível que pareça, as mensagens que mais se lêem nos blogs versam sobre amor, tolerância, compreensão e perdão. Está na hora de praticar e ninguém, absolutamente, está imune a críticas. A menos que estejam num pedestal... Aí já é outra história.

Anônimo disse...

realmente o pastor ciro está em descredito com os seus leitores...

de ontem para hoje MAIS DE 60 IRMÃOS se inscreveram no concurso para ganhar o seu novo livro...

ô discréto bão esse hein, INVEJOOOOSO!!!!

claudio

Eliseu Antonio Gomes disse...

Caro Tito

Terei prazer em publicar seus argumentos, irmão.

Mas, eu não sei em quais dos blogs ou comunidades que eu administro, fez a postagem que agora está se referindo.

Seria no blog UBE - Blogger? Ou na comunidade UBE-Ning?

1 - UBE (Blogger): http://www.ubeblog.com/2009/12/as-heresias-da-biblia-de-estudo-batalha.html

2 - UBE (Ning): http://ubeblog.ning.com/profiles/blogs/comentario-do-artigo-sobre-a

No primeiro caso, nada há ali de sua autoria para ser liberado.

Inclusive, o fórum está aberto. Basta ao internauta digitar e enviar o texto e ele entra no mesmo instante no blog sem passar por uma prévia aprovação.

Em tempo: o que ali vemos apagado é de meu conteúdo... Respondi ao nobre Pr. Altair e depois resolvi corrigir algumas coisas.

No caso da comunidade UBE – Ning, seu conteúdo já está na Internet, para todos nós. E até já recebeu minha resposta, feita pela manhã de hoje ao lê-lo.

Por favor, esclareça-me. Não entendi muito bem o que quis dizer.

Obrigado por sua visita, muito me honra.

Abraço.

Eliseu Antonio Gomes disse...

Dalardier

Considero-o uma pessoa inteligente e perspicaz. Sou leitor de seu blog por causa dessas qualidades. Divergi e aprendi contigo. A troca de postagens proporciona-nos isso.

Vejo a situação focada no artigo que escrevi assim: blogs não são púlpitos e nem livros, neles expressamos nossa fé e o que mais quisermos. Mas, ao contrário do púlpito e do livro, que não têm a via de comunicação com mão dupla, do preletor / escritor com os ouvintes / leitores, que só recebem a mensagem sem condições de contra-argumentar de pronto, o blogueiro está iminentemente exposto às opiniões e expressões dos que o lêem. Então, precisam estar abertos aos diálogos, não cabe monólogos na blogosfera, nem o "clube da Luluzinha"!

Quando o blogueiro não digere essa realidade, o relacionamento, com quem o prestigia ou critica, não se estabiliza, como é o caso que abordei.

Ao blogueiro até é possível fechar-se em monólogos e construir fóruns com trocas de elogios e lisonjas, mas com o passar do tempo a imagem do blog e do blogueiro se deterioram.

De todo coração, diante de Deus e de todos, declaro: o motivo deste post é com objetivo construtivo.

Abraço.

Eliseu Antonio Gomes disse...

Aos leitores deste blog,

Não costumo postar quem se manifeste em anonimato. A exceção de então é para análise de todos.

Georges Nogueira disse...

Temos aqui o sujo falando do mal lavado.
Gostaria de lembrá-lo, Sr. Eliseu, que graças a suas atitudes desrespeitosas e manipulativas, me desliguei da comunidade da UBE, fato que só não noticiei à época em meu blog, em consieração a outros membros da UBE que, estes sim, merecem meu respeito. É verdade, o pastor Ciro Zibordi é melindroso e manipulador.
Mas o Sr. também o é.

Eliseu Antonio Gomes disse...

Georges

De maneira alguma meu post foi ofensivo contra a pessoa do pastor citado. Minhas linhas foram em resposta às reclamações que ele escreveu no Poit Rhema, sua saída protestando contra quem o críticava imputando a eles agressões que não encontrei em momento algum.

Sugiro que acesse neste blog a tag Apologia Bíblia. Entenderá melhor meu posicionamento.

Eu recebo as ofensas que você faz contra mim como críticas que tem todo o direito de fazê-las, e ponderarei sobre elas no que tange a minha pessoa.

Quanto a sujeira que cita haver em mim, saiba que pauto a minha vida cristã com a consciência viva em Isaías 64.6: ,“Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças como trapo da imundícia; e todos nós murchamos como a folha, e as nossas iniquidades como um vento nos arrebatam”. E pondero que somos todos vaidades, hoje estamos aqui e amanhã poderemos ser comida de larvas há sete palmos abaixo da terra. Então, temos que fixar nossas mentes na Palavra de Deus e não em idéias e projetos meramente humanos. Tudo passa, todos passamos, só a Palavra de Deus é eterna. Valorizemos as Escrituras!

Saiba que não é o meu costume manipular ninguém. Não vejo para qual finalidade faria isso. Como usuário de Internet, não tenho nenhum objetivo financeiro, nem político eclesiástico ou partidário. Sigo minha consciência, ajo de acordo com experiências e conhecimentos bíblicos, que pela graça de Deus, tive oportunidade de acumular nestes quase 30 anos de cristão evangélico.

Sobre seu caso, no qual diz se sentir desrespeitado, o que posso lhe dizer é que se isto aconteceu, não o foi de maneira deliberada.

Eu, como moderador de comunidades grandes, assim como todos os outros irmãos que as moderam, faço atos administrativos. E sei que não é possível agradar a todos. Tenha a certeza que o que faço nesta função nunca é na ordem pessoal.

E, quando estamos na posição de membros nestas comunidades, é necessário ter em mente que existem regras vigentes a serem seguidas. Como moderador, ao agir contra o membro, normalmente é contra infratores reincidentes dessas regras, e só depois deles estarem em sobreaviso de erro.

É dessa forma que sou blogueiro e moderador de comunidades.

Bom ano novo! Boa década!

Fique com Deus.

Georges Nogueira disse...

Sr. Eliseu:
JAMAIS fui expulso de qualquer comunidade como o sr. faz parecer em seu comentário.
Após alegar agir conforme a Bíblia, manipular a verdade não faz sentido.
Nunca desrespeitei nenhuma norma de comunidade nenhuma. Nunca sequer foi advertido ou ao menos questionado por nenhum moderador comunidade nenhuma! Sou cristão, e como tal, ordeiro e respeitador das regras.
Me desliguei da comunidade da UBE por vontade própria, após alguns e-mails trocados com o sr. acerca de uma manipulação engendrada pelo sr., em que o sr. deixava claro que se imaginava o guia acima da boiada.
Caso seja necessário, posso publicar nossos e-mails para lhe refrescar a memória. Não falte com a verdade nem seja cínico. Não condiz com a condição de cristão que o sr. professa.

Quero crer que o sr. disse o que disse em seu comentário, por não se lembrar mesmo de nossa conversa.
Apesar de não concordar com sua prática, não quero crer que o sr. seja capaz de tais atitudes.

Eliseu Antonio Gomes disse...

Georges

Amigo, eu não disse que o expulsei da UBE. Você saiu por vontade própria. Não costumamos expulsar ninguém, a não ser em casos extremos.

Suas palavras aqui, dirigidas a mim e todos os blogueiros, são: "cínico, boiada..." Lá, na UBE, esta situação é considera extremada. Deixo claro que este tipo de palavreado e comportamento são motivos de expulsão da comunidade UBE.

Acredito que estas trocas de postagens são desperdícios de tempo para nós, estão fora do parâmetro do ensinamento cristão. Enquanto ocupo este tempo com você, poderia estar criando outra postagem, lendo a minha Bíblia...

Veja, deixei claro que não é possível agradar a todos.

Repare: hoje na UBE estamos na marca de quase 6.500 blogueiros filiados. Continuamos crescendo dia após dia.

Lembro-me da ocasião em que ameaçou sair e saiu. Todos são livres para ficar ou ir.

Gostei da sua ideia de publicar a troca de e-mail's que tivemos. Deixe que todos tirem suas conclusões por análise própria. Publique-os, sim! Após a publicação, deixe um link aqui para que todos vejam qual é o motivo do seu queixume. Em tempo: tenho um arquivo do conteúdo também.

Após isso, dou por encerrada sua participação neste fórum. Pois, fugimos da proposta deste artigo.

Abraço.

Matias Borba disse...

Caro Eliseu,
A Paz!

Como não havia lido seu texto por conta de um problema de conexão em meu blog, quero registra aqui que, entendo seu texto e concordo com o mesmo.

E também fazer minhas as palavras do Ev. Daladier Lima, o qual já tive a opotunidade por diversas vezes de vê-lo ensinando e por conhecê-lo de perto no época em que fui membro da AD em Abreu e Lima-PE.

Faço minhas as palavras não por não ter argumentos, mas porque penso da mesma forma neste caso.

É fácil críticar muitas vezes, o díficil é receber críticas, As pessoas falam muito, mas se perdem pela própria boca, o que dizer sobre os dois pesos e as duas medidas usadas na questão das Bíblia Dake e Vitória financeira?

Isso deixa claro sobre o que falamos aqui.
Deus te abençoe e um abraço!

MB

Eliseu Antonio Gomes disse...

Caro Matias Borba

Não é à toa que as Escrituras Sagradas recomendam que sejamos tardios no falar.

Também afirma que devemos amar o próximo como a nós mesmos. Isto é, devemos tratar os outros da mesma meneira que desejamos ser tratados.

O crítico deveria aceitar críticas com o mesmo prazer que faz todas elas.

É difícil, mas deveria ser assim sempre.

O caminho para o céu estreito!

Abraço.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.