Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

quarta-feira, 27 de maio de 2009

POLÍCIA FEDERAL PRENDEU E SOLTOU ÁRABE SUSPEITO DE PERTENCER A REDE TERRORISTA AL-QAEDA, DE BIN LADEN

Ontem, 26 de maio, a coluna de Jânio Freitas, no jornal Folha de São Paulo, trouxe a denúncia de que a Polícia Federal havia prendido um estrangeiro, origem desconhecida, por estar cometendo crime de racismo na Internet, e por suspeita de pertencer ao alto escalão da rede terrorista Al-Qaeda. Após isso, pulularam outras notas na imprensa. Vazou fora do Brasil a informação que o sujeito havia sido solto, mesmo sendo comprovado que ele mantinha um fórum em idioma árabe fomentando a política terrorista de Osama Bin Laden.

O mais curioso em tudo isso são as palavras do nosso Presidente: Pela própria matéria (do Jânio de Freitas, na Folha), parece que a denúncia não partiu do Brasil, e sim de fora. Acho desrespeitoso alguém de fora dar palpite sobre um cidadão, independentemente de sua origem, que foi preso e está sendo processado sob segredo de Justiça e que alguém de fora tenha dado palpite sobre as coisas brasileiras”.

É lógico que o Brasil é um País que tem sua soberania, mas saber que a Polícia Federal detém e solta alguém que notadamente tem ligações com grupo terrorista é algo de se espantar. E espanta mais ainda ver que o Presidente se irritou por vazar a informação que este suspeito estava solto.

Hoje, o Ministério Público Federal divulgou nota, assinada pela procuradora Ana Letícia Absy, procurando esclarecer o teor da nota de Jânio de Freitas. Deixou-nos saber que as informações sobre o suspeito chegaram do FBI; o suspeito tem origem árabe; é moderador de um fórum fechado na Internet, em idioma árabe, onde são encontradas mensagens discriminatórias e anti-americanas postadas em território brasileiro por estrangeiros residentes em nosso País. Após a varredura e análises nos computadores do suspeito, a 4ª Vara Federal Criminal de São Paulo decidiu que a prisão, após 21 dias, já não atendia aos pressupostos legais para uma prisão preventiva. Foi constatado que o investigado vive em situação regular no País, com comércio e residência em São Paulo e que não foi encontrado indícios de que o grupo de internautas do fórum racista integre ou tenha praticado qualquer ato de uma organização terrorista.

Por que será que o nome deste suspeito não veio a público? Por que será que o nome de tantos brasileiros acusados de crimes menores são jogados na lama todos os dias? Dois pesos e duas medidas... Isto é Brasil!

E.A.G.

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.