Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

sábado, 30 de maio de 2009

O exemplo das borboletas



Um homem observava com muita atenção o casulo de uma borboleta. Via o esforço que o pequenino inseto fazia para viver ali dentro do minúsculo orifício. E durante muitas horas parecia que não acontecia nenhum progresso.

Em determinado momento o homem teve a impressão que a borboleta desistiu da sua liberdade. Aí o homem decidiu ajudar. De posse de uma tesoura ele abriu delicadamente o casulo, e a borboleta pôde sair com facilidade. Ele viu que as asas dela estavam amassadas e o corpo murcho.

O que fazer agora? Continuou observando o bichinho, cheio de esperanças que, a qualquer instante, as asas dela se abrissem e, assim, partisse voando. Mas, a borboleta passou o resto da sua curta vida no chão, fraca e encolhida.

Quando o homem interferiu no ciclo da metamorfose, a transformação da lagarta em borboleta, mesmo com boas intenções e gesto de gentileza, não compreendia que o enorme esforço para sair do casulo era uma esforço necessário para ela, a natureza pedia isso, pois faria com que o bichinho tivesse condições de alçar voo no futuro.

Assim é com a gente. O tempo de Deus é o melhor tempo para nós. Às vezes estamos como que presos em casulos e queremos sair e voar. Existe a hora certa para fazer isso, se saímos antes do momento certo, jamais teremos condições de bater as asas e subir. Quando Deus trabalha, e parece que trabalha sem pressa de resolver nossos problemas, é apenas uma impressão errada que temos dEle. Deus sabe o que faz!

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.