Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

quinta-feira, 28 de maio de 2009

GRAÇA - PRESENTE DIVINO PARA VOCÊ



Graça é uma palavrinha simpática que permeia nossa vida. É um vocábulo tão usado em nosso vocabulário que não paramos para observar o quanto ele é especial e profundo.


Muitas gentes dão graças antes das refeições, somos gratos ou agradecidos pela bondade de alguém, somos inundados com a sensação de gratificação ao receber uma boa notícia, congratulamos pessoas quando elas são bem-sucedidas, recepcionamos graciosamente amigos em nossa casa, damos gratificações aos funcionários que nos servem com excelência.

O contrário da graça, nós também ouvimos e falamos bastante, porque vivemos num mundo que há um ciclo de altos e baixos.

O mundo jaz no malígno, a falta de amor entre os semelhantes é a semente que faz brotar desgraças. Um bate, outro revida; fulano ofende e ciclano responde xingando; beltrano pede e não é atendido na sua solicitação, então, rouba.

Alguém é acometido pela tragédia, então, dizemos que a tal pessoa caiu em desgraça. Se não recebemos o feed back por algo de bom que fizemos a alguém, logo pensamos ou dizemos que o tal alguém é ingrato. Quando uma pessoa faz outra ficar irada, provavelmente, será emitida a frase: "você é um desgraçado!". O cidadão que não é bem-vindo, é classificado como persona non grata.

É no seio familiar, por intermédio dos pais, desde crianças, que nós recebemos os primeiros contatos com a graça ou a falta dela. Algumas famílias por muitas gerações transferem heranças de fracassos ou de sucessos. O bisavô, viciado alcoólico, passou o vício ao avô, que por conseguinte contagiou o filho com o gosto pela bebida. Ou o bisavô, médico-cirurgião, inspirou sua prole a exercer o sagrado ofício e o amor pela medicina virou a marca registrada de todos numa casa.


No filme O Último Imperador, de Bernardo Bertolucci, a criança escolhida como o último imperador da China vive uma vida de grande explendor, cercada de um número incontável de servos ao seu redor para atender os seus desejos. Alguém lhe pergunta: o que acontece quando você faz alguma coisa errada? Ele responde que outros são castigados no lugar dele. Para exemplificar, pega um jarro e atira-o no chão fazendo-o em pedaços. Logo, surge uma pessoa e castiga um dos servos que estava próximo ao menino imperador.

A graça de Deus para conosco é assim: nós erramos feio, e Jesus Cristo foi castigado em nosso lugar, indo parar pendurado na cruz do calvário e sofrer o pior dos sofrimentos até dar a própria vida por nós. Esta graça nos faz amigos de Deus, porque o sangue que Cristo derramou é capaz de limpar todas as manchas de pecados que cometemos. Basta reconhecer que somos pecadores, pedir o perdão a Deus e nos propor a não repetir o mesmo erro de antes.

O mundo não entende a graça de Deus, pensa que para recebê-la é preciso ter méritos, ser alguém que mereça tão grande favor. Mas, não há nada que eu faça que fará Deus me amar mais, e não há nada que eu faça que fará com que Ele me ame menos. O significado da palavra graça é" favor não merecido". Não depende de quem somos e nem do que fazemos, mas do amor que Deus tem por nós. Ele nos amou de tal maneira que quis dar o seu único Filho para que nós não fossêmos castigamos pelos erros que cometemos.

O mundo todo tem motivo de sobra para chorar. Se nós, cristãos convertidos a Jesus, não estamos chorando é porque estamos sendo agraciados pela bondade de Deus. Sejamos gratos a Ele, que nos ama. Temos a capacidade de irradiar e fazer este mundo mais cheio de graça. Podemos iniciar ciclos de bênçãos e eliminar os de desgraças levando a mensagem de salvação, explicando ao mundo perdido que a graça do Senhor está manifesta entre nós, basta receber Cristo como Senhor e Salvador pessoal.

O Evangelho de Jesus Cristo é o veículo que transporta ao coração humano a graça restauradora de Deus para toda a Humanidade, expressa no amor divino. Todos nós que conhecemos a Deus temos uma história de amor para contar. Comuniquemos as Boas-Novas, então.

E.A.G.

Observação: Esta matéria é a mistura de autoria própria com a compilação adaptada do artigo de autoria de Priscila Campos publicada na revista Canaã News, ano 8, de abril de 2008. Ilustração: capa da revista Natura - ciclo 08/2009.

Veja mais neste blog:

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.